para que as aves não esqueçam o voo... e as árvores não deixem de anunciar a primavera...

Seguidores

domingo, 1 de fevereiro de 2009


há quem ponha sorrisos à janela

e quem seque lágrimas ao luar...

há quem borde uma flor e viva nela...

quem pinte asas e ensine a voar...


eu brinco de ser peixe e onda, sem nadar...

desenho uma gaivota, um barco à vela.

seco as penas com cuidado... e aprendo a navegar...

12 comentários:

Graça Pires disse...

Obrigada pela visita e pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Gostei do seu espaço. Virei mais vezes.

simplesmenteeu disse...

Graça
Sempre a tenho lido, silenciosamente.
Obrigada por ter vindo e fico muito feliz que tenha gostado.
É um espaço simples, sem outra pretensão, que não seja, a do desabafo...Vou gostar de falar com algumas pessoas, porque este será também, um lugar de afectos.Mas vou mantê-lo um pouco "secreto"... para nele manter uma margem de liberdade...
Um beijo

mié disse...

Obrigada pela visita ao Excertos e pelas palavras em poesia lá deixadas.

Gostei do seu blogue.

Voltarei com certeza.

Beijo

simplesmenteeu disse...

mié
Obrigada por ter vindo.
Poucas serão "as pedras" que vou deixar...
Como acima disse, quero sentir-me "livre" para soltar a lágrima ou dizer do que sinto...
Gosto sempre das suas árvores... e sempre vou ao seu espaço.
Um beijo

isabel mendes ferreira disse...

roubei as gaivotas....fica triste?




beijo.


:)


eu.

simplesmenteeu disse...

y
cresci com o rio e as gaivotas
em dias como este, misturavam-se com os pombos do rossio e não poucas vezes, comiam o mesmo pão e milho...

como ficar triste, se as adoramos?...

obrigada pela visita
o beijo e a admiração
de sempre

isabel mendes ferreira disse...

obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa....

Morgana disse...

As asas que pintei vão perdendo a cor...
Os voos que ensaiei ganharam asas...
São agora agora asas reais...
Desenho então o céu à espera que amanheça...

Beijos

simplesmenteeu disse...

Morgana
Contigo, dou cor ao céu... em voo ousado e manso...
Há na noite, perigos e batalhas...E é preciso atravéssá-la... para que não hajam manchas, no amanhecer...
Beijos

Maria disse...

Lembro-me de ver este post, e do que pensei.
Perdi as palavras todas neste rio, cheio de gaivotas...
Volto agora e o efeito da foto é o mesmo, seca-me as palavras na boca...

Boa noite :) e um beijo

Pedrasnuas disse...

Encontrei aqui o Espírito de Fernão Capelo Gaiovota!!!
VIVE e SONHA mais alto quem consegue ser peixe e onda. Quem desenha uma gaivota ..um barco à vela e embarca nele.
ATREVE-TE SEMPRE

Eterno Abraço meu

simplesmenteeu disse...

Pedrasnuas

...E tanto que eu sonhei essa Liberdade e esse Desafio...
Ser peixe a abrir as ondas em escamas prateadas... Ser onda em caricia, no ardor da areia...
Atrever-me a ser voo...ou barco à vela...

Atrever-me a agarrar o amor...

Meu Abraço Eterno



Chove no país das fadas...

e até as árvores se esqueceram de anunciar a primavera!...


Acerca de mim

A minha foto
procura de um sentido... .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. "em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos" --A. Saint-Exupéry--