para que as aves não esqueçam o voo... e as árvores não deixem de anunciar a primavera...

Seguidores

domingo, 1 de março de 2009






no misterioso silencio das areias

corre um rio subterrâneo sem se ver

há frutos búzios conchas há colmeias

verdes águas soluçadas a correr


palácios de renda flutuantes

castelos soerguidos de outros mares
duendes fadas reis amantes

véus a esvoaçar dançando aos pares


pára-sol de mil cores fino bordado

tecido em palavras sonho e dor

roda de ventos raio luar ou fado


franjada espera desbotada cor

suspiro da noite ramo quebrado

dedos sangrando despetalada flor


17 comentários:

simplesmenteeu disse...

Não sei se conseguirei dizer que te sinto a falta...
se lês ou reconheces...
Abraço forte

Rose Sztibe disse...

Ola, Simplementeeu. Obrigada pela visita. Seja bem vinda.
Também gostei do seu blogue. Voltarei para ler com calma.
Por ora, fiquei com a dúvida: conseguimos aprender qual é o sentido de voar ?...
bjs.

isabel mendes ferreira disse...

tão belo....!!!!



beijo.
grato.


sempre.

mié disse...

franjada espera...

...

belíssimo!

um beijo

terno

simplesmenteeu disse...

Rose
Obrigada por vir conhecer o meu blogue e volte sempre que lhe der prazer fazê-lo.
Gostei da dúvida. As dúvidas são estimulantes e caminhos de descoberta...
Não sei se conseguimos aprender o sentido de voar...Mas sem voo a vida não passa de um arrastar rotineiro e banal.
Dia feliz
Beijo

simplesmenteeu disse...

isabel

temos de dizer aos rios... a sede que temos das suas águas...

...a fome que temos, mesmo dos abraços que não damos...

...e falar também
de tudo aquilo que o será Sempre...

Beijo grande

M. disse...

acho que castelos, duendes e fadas já não há, há tanto tanto que foi roubada a permissão de sonhar.
é-se obrigada a engolir uma realidade à força, mais dura, mais fria. os dedos entretanto já não sangram,estão a re.encontrar-se numa espécie de sabor a liberdade e subitamente descobriram que era algo que lhes faltava. há mil cores e sabores por descobrir. há que não perder tempo porque um dia descobre-se que é tarde demais.

Beijo imenso L.

simplesmenteeu disse...

mié

o tempo franja as esperas
dói as ausências
e desespera adeuses...

...e vejo que já estás... fico feliz.
bom domingo
beijo grande

(viste o correio?)

simplesmenteeu disse...

M.
a realidade engole o sonho e tinge de vermelho as mãos que teimam agarrá-lo...
o tempo ao fugir, abre-nos os sentidos a novas realidades... liberdades, cores e sabores que não conseguiamos ver antes... mas só então sentimos, realmente, como a vida é breve...

obrigada, por estares atenta...
Beijo grande e de sempre

Morgana disse...

Há palavras que se reconhecem, no sabor que deixam quando as repetimos...

Ler...saborear...seguir o rasto...encontrar!

Beijo Grande

Ana Oliveira disse...

Pelo prazer retirado de cada vinda, e mesmo sendo um blog tão recente, está tão cheio de sentido, de palavras belamente colocadas a dizer das emoções tantas vezes silenciadas, que não resisti a deixar-te, no meu blog, os prémios que recebi.
Se quiseres, se fizer sentido para ti, vai buscá-los e guarda-os no teu canto porque são uma pequenissima homenagem.

Beijos

Ana

simplesmenteeu disse...

Só as asas que me emprestaste permitiram que me tornasse voo...
Foi nelas que me tornei árvore voadora no país das fadas...
Noite boa
Beijo Grande

simplesmenteeu disse...

Ana
Quando entrei na net, não imaginava que estava a mudar toda a minha pacata e abafada vida...
Quando encontrei o 1º blog, não desconfiava os sentimentos que iria sentir a partir daí... Quantas emoções... e o tanto que me iria assustar com tudo isso...

Não procuro andar em muitos sitios, mas que seja verdadeiro, o que sinto em cada um deles.

Profundamente grata, pelos prémios e pela homenagem. Sinceramente, ainda não sei o que fazer com eles...Mas, o maior prémio, é que sintas o seu sentido... e o que está por trás das palavras...

Beijos

Maria disse...

tão belo, que me calo já.

um abraço

simplesmenteeu disse...

Maria
O maior prazer de te encontrar, está no saber que és capaz de entender cada uma das minhas palavras.
Obrigada por essa compreensão que tens das pessoas...
(bom f.s.- com mar ao fundo?)
Abraço

Pedrasnuas disse...

A magia do poema aliada á magia das imagens...um passeio pelo reino da fantasia que faz doer a alma...

Beijos

simplesmenteeu disse...

Pedrasnuas

A mágica fantasia de nos deixarmos tocar pelos outros... de nos apaixonarmos pelo que vemos, lemos ou sentimos...
Um preço chamado dor...

Beijo carinhoso



Chove no país das fadas...

e até as árvores se esqueceram de anunciar a primavera!...


Acerca de mim

A minha foto
procura de um sentido... .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. "em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos" --A. Saint-Exupéry--