para que as aves não esqueçam o voo... e as árvores não deixem de anunciar a primavera...

Seguidores

sábado, 15 de janeiro de 2011

***
assim começou esta aventura que faz 2 anos:


" na teia do sonho

vamos reconstruindo a vida..."


______________________________________________________



chegas...
enches o ar com o perfume das tuas mãos.
depois,
desdobras-te em véus e brilham pequenas conchas de sangue e sal
oiço o som das marés
e na voz secreta das areias, mil segredos que o vento abafou.
noites em que a fome dos corpos rasga o passo das horas.
então leio-te a pele
e faço dela um poema desgrenhado e louco.



__________________________________obrigada a todos que me fizeram chegar aqui

dando a sua companhia. o seu abraço. o carinho. coragem e a sua AMIZADE___________________
***

7 comentários:

AC disse...

A qualidade da sua escrita é inquestionável. Como tal, tem sido um prazer fazer parte dos seus leitores.

Beijo :)

Maria disse...

Tanto caminho andado nas palavras e nos voos...

Abraço-te.

A.S. disse...

Navego nas tuas palavras e nelas me afundo... com prazer!


Abraço!
AL

Graça Pires disse...

"e na voz secreta das areias, mil segredos que o vento abafou" Foi a qualidade da poesia que te fez chegar aqui. Parabéns.
Beijos.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Parabéns.
É um gosto ler-te desfrutar de palavras que nos dispõem com e para a vida.
Sempre.
Um beijo

tb disse...

Agradecida sou eu, por poder usufruir destas belas palavras.
Um beijo

Baby disse...

"então leio-te a pele
e faço dela um poema desgrenhado e louco."

Há coisa mais linda de se ler?

Beijos.



Chove no país das fadas...

e até as árvores se esqueceram de anunciar a primavera!...


Acerca de mim

A minha foto
procura de um sentido... .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. "em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos" --A. Saint-Exupéry--