para que as aves não esqueçam o voo... e as árvores não deixem de anunciar a primavera...

Seguidores

quarta-feira, 1 de julho de 2009

*

no tempo em que nos conhecíamos

a lua era uma grinalda de prata num relógio sem ponteiros


não precisávamos, então, de mais ninguém

o nosso olhar bastava para encontrarmos os caminhos da noite


hoje, todas as pessoas são presentes


porque só aos meus ouvidos continua a chegar a música do silêncio
*

46 comentários:

Verónica (peke) disse...

Olvidos encontrados, recuerdos perdidos y cada vez... me siento mas comoda entre tus lineas...

Precioso post!!!!

besotes de esta peke.

pd. te espero por mi rincon con tu taza de cafe, si gustas...

A. disse...

Estive outro dia aqui e adorei o blog.
A tua maneira de escrever é muito linda e a da composição das fotos, revelam alguém de mt bom gosto.
Voltarei...Certamente!
Beijos

Maria disse...

Sei como é... dilacerante, quase.

Um beijo. Sempre

Maria Emília disse...

Não dá para virar o disco e ouvir a música que toca do outro lado? Quem sabe?...
Um beijinho,
Maria Emília

clic disse...

Se calhar são as fases da lua... :)

Beijo

Pedrasnuas disse...

NO TEMPO EM QUE TE CONHECIA...NÃO HAVIA MAIS NINGUÉM...PRIVAVAMOS,O TEMPO ERA SÓ NOSSO...
MAS VIERAM OS OUTROS E APESAR DO RUÍDO É O SILÊNCIO QUE ESCUTAS , A MINHA MÚSICA ANDA POR AÍ...ALGURES

DESTOEI... NÃO?

COMO SEMPRE REVELAS UMA SENSIBILIDADE ESTRONDOSA

BEIJO

gabriela rocha martins disse...

há um silêncio na música que só os poetas ( eleitos ) conseguem escutar...

belo ,como sempre




.
um beijo

Anónimo disse...

No tempo em que acordava com os dedos entrelaçados nos teus

o meu cabelo tinha o cheiro da tua pele

(nunca mais encontrei os ponteiros do relógio...)

e, hoje

ainda oiço a música da tua voz
e espero a chegada dos teus passos...

Beijo-Te


T.

canto livre disse...

No teu corpo calei o barulho da cidade

Recordo
com saudade
e continuo a ouvir a mesma música.

Su disse...

imenso.gostei


jocas maradas.sempre

AnaMar (pseudónimo) disse...

Saudades de ti...
Desta escrita fabulosa que me preenche.

Sem silêncios!
Bj

Nilson Barcelli disse...

Este teu poema é soberbo e a tua capacidade de síntese poética é notável.
Gostei imenso.
Beijo.

simplesmenteeu disse...

peke

Saboroso o café que bebemos!
Queima em nossos lábios, enquanto as palavras dançam e se tocam na música dos sentidos.
Deixo-me a voar ao teu encontro!
Deixo-me a voar por esse teu país de mil encantos...

Espera-me e eu te encontrarei!...

Beijo grande e carinhoso

simplesmenteeu disse...

A.

Que bom que tenhas adorado! Também eu estou a adorar conhecer tudo o que partilhas e o que és...
Já viste que voo por lá...

Beijo carinhoso

simplesmenteeu disse...

Maria

Porque será que Sempre nos entendemos e sentimos, mesmo em silêncio?...

As dores voam até quem lhes sabe ouvir a voz...

A ti, espero-te e sinto chegar... mesmo quando não falas.

beijo enorme.Sempre

simplesmenteeu disse...

Maria Emília

Gostei da sugestão...Lógica e correcta!

Porque será que teimamos em ouvir as músicas que nos fazem sofrer?!
É tão fácil o gesto de virar o disco. E, tantas são as músicas que esperam ser ouvidas e, acima de tudo, sentidas...

Beijo terno e grato

simplesmenteeu disse...

clic

Se calhar, tens razão...

Será que muda com a lua cheia? Mais certo, deve ser, com a lua nova... Renovar tudo!

Beijinho

simplesmenteeu disse...

Pedrasnuas

No tempo de Conhecer, eu canto ao ouvido...
para abafar os ruídos que arranham a música.

Um beijo

simplesmenteeu disse...

gabriela

...e há o desassossego onde nos perdemos do silêncio.

onde nos deixamos ensurdecer...

beijo.Sempre enorme
Sempre grato

simplesmenteeu disse...

T.

Felizmente que não voltaste a fazer do relógio um marcador de tempo ou terias tirado toda a graça aos dias...

Mantem essa capacidade de ouvir...
nunca se sabe quando os passos voltam à mesma rua...

Beijo

simplesmenteeu disse...

canto livre

"o barulho da cidade" ensurdece.

só em silêncio se sente a música...

(...e o blog?)

simplesmenteeu disse...

Su

Volta sempre

também estou a gostar muito de te descobrir...

beijinhos

simplesmenteeu disse...

AnaMar

Também me encanto com o que escreves.

Deslizo nas tuas palavras como saidas do meu sentir...
sinto-lhes a falta, quando te vestes de silêncio

Sinto falta da Mulher Afecto e Coragem que sei seres!

Fica por aqui!...

Beijo carinhoso

Ana Oliveira disse...

A lua guarda no rasto, iluminado, o reflexo dos olhares...

E os outros dançam em silêncio a melodia que não conhecem!

Um beijo

Ana

Ana Martins disse...

Calmo, suave e lindo!

Beijinhos,
Ana Martins

simplesmenteeu disse...

Nilson

Pegaste-me de surpresa!
e... também, porque sempre acho, que me perco nas e das palavras...
Não consigo ser pensada... as palavras, escolhem a hora e a forma de saída...
Fico feliz que gostes.

Beijo terno

simplesmenteeu disse...

Ana Oliveira

A lua conhece o primeiro olhar!
Adivinha o primeiro beijo...
Senta-se, silenciosa, no primeiro sonho.
Só ela sabe de tudo...
Só ela ouve a melodia!
Só ela acompanha e dança e segue, em passos de luz, a música que ninguém mais ouve...

Beijo carinhoso

simplesmenteeu disse...

Ana Martins

Fico muito feliz que tenhas gostado.
Gosto de te sentir por aqui.

Beijinhos

Graça Pires disse...

A música do silêncio ouve-se neste poema lindo.
"o nosso olhar bastava para encontrarmos os caminhos da noite"
Um beijo.

Secreta disse...

Sermos os unicos , por vezes faz doer ...

Pedro Branco disse...

A música do silêncio é a nossa magia!

Isabel disse...

o silêncio tem voz dentro.


que permanece como eco dos dias.


belo o caminho até aqui.


um beijo L.






y.

Su disse...

sff passar no xanax

jocas maradas

simplesmenteeu disse...

Graça

É tão bom quando alguém se senta connosco e partilha a mesma música.

Beijo terno

simplesmenteeu disse...

Secreta

Há quem conviva bem... a mim, faz doer sim!

Um beijo

simplesmenteeu disse...

Pedro Branco

Obrigada pela visita e pelas palavras.

A magia de saber silenciar... para que a música toque dentro de nós.

Um beijo

simplesmenteeu disse...

y

o silêncio guarda uma taça.

dentro dela,

há anjos que dançam e lábios que se tocam.


Beijo.Sempre

simplesmenteeu disse...

Su

xanax (comp) - uma boa ajuda, para horas de alguma aflição...

xanax (Su) - onde, muitas vezes, embelezo os dias e, muitas outras, vou reflectir.

Vou sempre. Vou com o prazer, sempre novo, da descoberta.

Beijos ternos

em azul disse...

Os silêncios me falam... ou serei eu que com eles converso. O quanto me trazem. O quanto lhes dou. O quanto me saturam e o quanto os desejo. Os meus silêncios envolvem-me na paz, no medo, temperam saudades, comemoram datas... os meus silêncios perdem-se no tempo.... e com ele.
Os meus silêncios são metade de mim.
Os meus silêncios cantam e gritam.
Os mseu silêncios choram e regozijam.
Sei que nos meus silêncios estás tu...

Sei que passou um mês e não te agradeci ainda. Obrigada
Um beijo
em azul

A.S. disse...

O tempo era circular
como um deserto...
as horas, pendulares,
eram vencidas descendo,
lentamente, pela noite,
perigrinas de silêncios e mistérios
ao encontro do olhar...


Um beijo!

Teresa Queiroz disse...

repleto de sentimento simples

gostei!

simplesmenteeu disse...

em azul

Os teus silêncios, são os meus silêncios...
Silêncios vestidos de emoções. Com vozes a falar saudades e lágrimas a falar de amor.
No meu silêncio, a fragilidade é um toque de espuma verde...


Obrigada pelo comentário-texto-poema! Lindo!

Beijo carinhoso

Secreta disse...

Boa semana...

Maria Emília disse...

Parece que é fácil virar o disco mas na verdade é mais difícil do que parece. Se fosse fácil não insistíamos naquilo que nos faz sofrer. Mas para encontrar o sentido que procuramos é mesmo preciso partir em busca de novas situações, de novos interesses, de novos amores.
Um beijinho,
Maria Emília

Fernanda disse...

Simplesmente lindo...
Quando esse tempo existe em nós,...o silêncio é outro,...sim...
É a paz,...é a harmonia dos sentidos,...é o bem estar de se estar vivo...

Gostei muito.

Um beijo e uma boa semana para ti

mie disse...

O silêncio guarda voos, águas límpidas onde depositamos afectos.

mas

...sei como é querida L.


Um beijo grande

terno.íssimo.



Chove no país das fadas...

e até as árvores se esqueceram de anunciar a primavera!...


Acerca de mim

A minha foto
procura de um sentido... .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. "em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos" --A. Saint-Exupéry--