para que as aves não esqueçam o voo... e as árvores não deixem de anunciar a primavera...

Seguidores

terça-feira, 15 de dezembro de 2009


**



passou por mim. vestia as sobras de uma capa sem cor. magras as mãos vazias.

olhar ausente. sem brilho.

percorrera todos os lugares. ninguém o reconhecera.todos seguiram empoleirados em passos apressados e indiferentes.

se o olhassem. ririam do seu ar de mendigo ou fugiriam assustados com medo de perderem os pacotes brilhantes que transportavam ou a carteira mais ao menos magra.


o natal estava ali. fechado em caixas. na troca conveniente ou obrigatória de presentes.

no carro ou na jóia sonhada. no peru da ceia.

o natal estava nos braços que desaprenderam de se fechar sobre os outros. no coração convertido em moeda de troca. nos olhos de sorriso impessoal e gélido.

alguns ainda o guardavam na memória. sabiam que devia estender-se por todos os dias do ano numa entrega simples e autêntica de amor.

e até alguns desses também já tinham deixado cair os braços. pesados de desanimo e desencanto.
**

17 comentários:

Maria disse...

todos os dias do ano...

sem mais palavras, porque as perdi.

Abraço terno, de sempre

Lídia Borges disse...

Vaguear pelas palavras e beber-lhes o sentido.
Todos os sentidos suspensos numa realidade absurda.

Saudações

L.B.

gabriela rocha martins disse...

..... e assim vamos consumindo os natais do nosso egoísmo



.
um beijo solidário

mie disse...

...

não sei para onde caminhamos. não sei mesmo!!

um beijo L.

utopia das palavras disse...

A pressa de consumir o tempo em goles de indiferença...o vazio dos laços, que nos faz cair os braços!

Profundo, o teu poema e lindo!

Beijo

Graça Pereira disse...

Porque a memória é curta esqueceram-se os natais passados... e porque se perdeu o caminho, os passos já não encontram a esperança.
Um beijo
Graça

Sereia disse...

Boa noite amiga.
Eu gostaria de te pedir um favorzinho.
Amanhã é o aniversário do nosso amigo Zé Carlos e eu gostaria de uma visita sua lá no cantinho dele pode ser?
Ele vai ficar feliz.
Conto com a sua presença ok.
beijosssssssssssssss.
http://zecarlosmanzano.blogspot.com/

tulipa disse...

Há palavras que se perdem, silêncios que permanecem...
um abraço
tulipa

Multiolhares disse...

Deixamos de saber o que é o Natal e o Natal é só amor
beijinhos

AnaMar (pseudónimo) disse...

Sempre.
Um beijo

Pedrasnuas disse...

NATAL SÃO 365 DIAS...ENQUANTO NÃO PENSARMOS NISSO SEPULTÁMOS CRISTO TODOS OS DIAS DA NOSSA VIDA...E SACUDIMOS A ÁGUA DO CAPOTE E LAVAMOS AS MÃOS...TORNOU-SE MODA LEMBRAR DOS POBRES NO NATAL, A NOSSA HIPOCRISIA...PELO MENOS ISSO...JÁ QUE TEM DE SER ASSIM ...

BELO TEXTO ...LINDO!!!

FELIZ NATAL COM SAUDADES

Sereia disse...

Desejo que o seu Natal seja brilhante de alegria, iluminado de amor, paz e harmonia. Feliz Natal!!!

Eu... disse...

passo por aqui muitas vezes, mas nunca deixei qq comentário, será
hoje,antes de 2009 findar!

gosto de te ler... absorvo o lado belo da escrita, mas deixa-me
nostálgica, o outro que fica por
desvendar emanado de tristeza.

não tenho "veia" poética(lol), nem
pretendo...apenas sai o que sinto. e nesse sentir, respondo às tuas palavras no fb...
OBRIGADA!

e lembra-te, precisamos por vezes de solidão, para percebermos na realidade quem é: o(s) outro(s)...
mas não esqueças, que por vezes, uma palavra só, basta, para sentirmos que há alguém que sabe que existimos!

detesto esta época festiva, onde a hipocrisia e o consumismo reina no ar...porque existem 364 dias para darmos, darmos de nós...

com mt carinho te desejo para 2010
(365 dias:) )tudo de muito bom

bj gr

vero disse...

Passei para desejar um Feliz Natal


Beijinhos

avlisjota disse...

Olá

Venho lhe desejar um bom natal e um ano novo com muita criatividade

Beijo

josé

Mariz disse...

Salvé minha amiga

Bem vinda!

Hoje já é dia de Natal.É 1.55 da manhã. Acabei de meditar, orar, agradecer e pedir por todos. Nem sei porque vim até aqui, algo me sussurrou...e intuitivamente segui...
ainda bem que já se sente com energia para voltar a "postar".
Eu não abro mais comentários a seguir ao post do Ano Novo. Não me apetece já andar na blogosfera e por nenhuma razão especial...apenas vou escrevendo por tomo isso como SERVIÇO...pode ser que alguém se reveja ou tente um despertar diferente... talvez mais consciente...quem sabe?
Sempre que quiser estou no mail habitual.
Feliz Natal e que o Ano de 2010 seja próspero e não me refiro a situações materiais.

Deixo o me abraço de sempre
Reconhecidamente e
carinhosamente

Mariz

Ianê Mello disse...

Não há mais o que acrescer...

É isso.

Aproveito a oportunidade para desejar-te um feliz 2010, com muita paz, amor e poesia.

Um abraco fraterno e beijos poéticos.



Chove no país das fadas...

e até as árvores se esqueceram de anunciar a primavera!...


Acerca de mim

A minha foto
procura de um sentido... .-.-.-.-.-.-.-.-.-.-. "em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos" --A. Saint-Exupéry--